O Jogo da Imitação | Morten Tyldum

Alan Turing é um matemático, lógico e criptoanalista considerado um prodígio por seus professores, antes mesmo de completar 30 anos ele já havia publicado artigos importantes para o ramo. Turing, desde pequeno fascinado por codificação, acaba sendo contratado pelo governo britânico para, junto de uma equipe secreta de outros gênios, a Ultra, decodificar as mensagens alemãs. Os alemães haviam criado uma máquina para codificar suas mensagens, a Enigma, que cria cerca de 159.000.000.000.000.000.000 de combinações (sim são 18 zeros). 

Apenas a equipe de sete pessoas não é o suficiente para conseguir acertar a codificação antes da meia-noite pois todos os dias a codificação é mudada. Portanto, Turing começa a trabalhar em uma máquina, chamada Christopher, que conseguiria adivinhar o código e viria a ser o bisavó do computador moderno.
A Inglaterra não é diferente de nenhum outro país e, assim como os EUA, adora se vangloriar de seus feitos. O filme dá a entender que o serviço secreto britânico ganhou sozinho a Segunda Guerra Mundial, sem qualquer ajuda (é apenas citado que os norte-americanos mandavam comida).

O longa é dividido em três pontos diferentes.

O primeiro é a história e as conquistas de Alan, um dos pais do computador, que foi mantida em segredo pelo governo britânico até os anos 80.
Já o outro é a homofobia, presente na Inglaterra no século XX. Se os homossexuais fossem pegos seriam presos ou teriam que realizar o processo de "castração química" para diminuir a libído.
E, por último, os flashbacks da adolescência de Turing, na qual ele começa a descobrir sua potente capacidade para descobrir mensagens decodificadas e também é quando ele se apaixona por seu melhor amigo Christopher.
O norueguês Morten Tyldum fez um ótimo trabalho conseguindo balancear as três partes. Entretanto, assim como a atuação do personagem principal, a direção do filme também é merecedora da indicação, apesar de, provavelmente não ser a ganhadora, pois se comparada às outras indicadas acaba virando apenas mais um filme com flashbacks da adolescência do personagem principal. Sem nada de muito espetacular.

A atuação de Benedict Cumberbatch é de fato merecedora de uma indicação à estatueta mais cobiçada do mundo do cinema. O personagem foi interpretado com uma incrível leveza, simplicidade e naturalidade, talvez porque o ator está acostumado a interpretar gênios mal compreendidos como na série Sherlock. Entretanto, não é boa o bastante para garantir ao ator o prêmio. A academia valoriza atores que se entregam de corpo e alma ao papel (caso de Jared Leto, 2014, Heath Ledger, 2009 e tantos outros) e nesse ano temos Eddie Redmayne de A Teoria de Tudo que já faturou o Bafta e o Globo de Ouro, além de Michael Keaton de Birdman.
Kiera Knightley, também é mais uma indicada, e teve uma boa atuação no filme, mas sem nada de muito especial.

Apesar de ser um ótimo filme e de suas 7 indicações ao Oscar, O Jogo da Imitação tem chances de sair com uma, ou talvez duas vitórias.


Beatriz Marques

19 anos, estuda jornalismo. Gosta de muitas coisas e de tudo ao mesmo tempo. Leitora assídua, fangirl 24/7, cosplayer por diversão, orgulhosamente é da Grifinória, filha de Hades e whovian. Algumas das suas paixões são: sua guitarra (apelidada de Emily), cantar, séries, livros, animes, mangás, filmes, HQ's, música, shows e história.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

8 comentários:

  1. Mesmo com essas indicações ao oscar e com 5 estrelas, não estou afim de ver o filme :/

    ResponderExcluir
  2. Oláa!
    Sou fanática por filmes, e ainda não tinha visto esse haha
    Por ser indicado ao oscar, talvez eu veja.
    Ameei o post, e valei pela indicação haha


    Abraços
    www.gemices.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa parece ser ótimo! Mega ansioso para ver o filme. De acordo com o que li em sua resenha, acho ele leva uma das 7 indicações para o Oscar! Parabéns pela resenha muito boa mesmo :D.

    ResponderExcluir
  4. Eu ia assistir esse filme apenas pelo seguinte motivo: o ator que faz Alan é o Sherlock da BBC <3
    Mas aí eu vi o trailer e vi que o filme realmente vale apena, aí decidi ver pela história e não pelo ator. Fui no shopping certinho, assisti primeiro o Destino de Júpiter e quando fui para a fila comprar ingresso pro Jogo da Imitação desisti na hora! A FILA ESTAVA DANDO VOLTAS DENTRO DO SHOPPING!! Como era feriado, eu achei que as pessoas iam estar viajando, mas acho que todos decidiram ir ao cinema assim como eu hahaha

    ResponderExcluir
  5. Parece ser bom.. mas não chamou muito a minha atenção.. mas talves eu o veja um dia..

    ResponderExcluir
  6. Esse eu já vi, e achei foda..
    Te prende muito e a históoria é do caraleo.

    Mereceu o Oscar de melhor Roteiro Adaptado.

    ResponderExcluir
  7. Ah, eu amo suas indicações de filme. Quero muuito assistir esse, principalmente depois do Oscar!
    Adoro o ator <3
    Beijos,
    Carol

    ResponderExcluir
  8. Oi Beatriz parece ser mto bom o filme ainda nao vi mais fiquei bem curiosa ele parece ser um filme bem inteligente,ameei os atores tbm super bem escolhido.. ótima dica bjoos.

    ResponderExcluir