Livro: Espinho de Prata, de Raymond E. Feist

Se você ainda não leu a saga MAGO, e é fã de livros com um ar levado para Tolkien e George Martin, sugiro muito que você leia a série, porque é lotada de aventuras e extremamente detalhada! 


Espinho de Prata é o terceiro livro da Saga do MAGO, uma fantasia épica muito bem escrita e extremamente detalhada que, resumidamente, conta a história de Pug, um simples ajudante que descobre o dom da magia e se transforma no maior mago de Midkemia e Kelewan, mundo distante no qual foi prisioneiro e, posteriormente, chamado de Milamber, o Grande Mago. Além disso, acompanhamos a história de Arutha e Lyam, herdeiros do reino de Crydee.

As coisas estão finalmente mais calmas e o reino está se preparando para um casamento, desde o final do último livro. Dentro de poucas páginas uma trama sinistra é descoberta e a busca começa. O único problema é que a maior parte dos personagens intrigantes dos livros anteriores ficam meio deslocados neste livro. Pug, um personagem que eu realmente gosto, tem poucas páginas dedicadas a ele, embora ele seja o protagonista da série. Em vez disso, seguimos o Príncipe Arutha e seus amigos na caça de um antídoto.

Dessa vez, o foco maior vai para Jimmy, um jovem ladrão muito divertido. Infelizmente, até ele tem problemas para manter o livro no ritmo dos dois anteriores. O ritmo é decente, mas a minha tristeza é que nós investimos tempo em dois livros acompanhando Pug e Tomas e, em seguida, começamos a ler Espinho de Prata apenas para descobrir personagens de segundo escalão, isso traz uma certa decepção. No entanto, enquanto você lê o livro você percebe que ele é apenas um prólogo gigantesco que abre caminho para o livro final.

Demorei um pouco para me acostumar com o tipo de escrita do autor, Raymond, e quando peguei gosto pela leitura, o cara meio que tira o Pug das tramas mais legais! Mesmo entendendo que ele quis dar abordagem para outros personagens, achei que o livro ficou um pouco confuso. Esperava um pouquinho mais dessa vez. Mas espero que o último livro seja incrível, porque o gancho que o terceiro deixou é sensacional! 


Alison Iared

20 anos, apaixonado por teatro desde pequeno. Cursa o segundo ano de Engenharia de Produção. Gosta muito de filmes e séries sobre heróis, ficção, aventura, desenho e comédia. Eclético para livro e música. Gosta de desafios e é muito teimoso. Tem a paciência do tamanho de uma noz para coisas que não são do seu interesse. Sempre quis ser o Power Ranger vermelho.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

2 comentários:

  1. Mais uma história de magia adicionada á lista de desejados. Gosto de resenhas assim, que mostram os lados bons e ruins da história. Enfim, ótima resenha. 😊

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho uma seria mania de gostar de personagens que não aparecem muito na história principal, então eu entendo :v É meio (totalmente ) ruim isso shaushua
    Posso dar uma olhada, mesmo não gostando de sequências ou enrolação, acho que Valéria á pena.

    ResponderExcluir