Anime: Tokyo Ghoul √A - Segunda Temporada



ATENÇÃO: Essa resenha contém spoilers da primeira temporada de Tokyo Ghoul, caso ainda não a tenha visto, veja a resenha dela aqui.

Depois do final incrível da primeira temporada, com o último episódio focado apenas no passado e na transformação completa de Kaneki como ghoul, muitas questões deixaram para ser resolvidas na segunda temporada. Não só as batalhas, mas também a relação de Kaneki e seu melhor amigo, Hide, que ainda não sabe que ele é um ghoul.


A 11ª Ward se transforma em um campo de batalha. A CCG está matando todos os ghouls que encontra, numa missão para destruir a Aogiri Tree; a Anteiku luta contra a Aogiri Tree para resgatar Kaneki; e a Aogiri Tree se defende dos dois ataques.

Ao mesmo tempo mais dark, mais romântica e emocional, a segunda temporada é muito mais intensa que a primeira. As backstories que ainda não haviam sido reveladas são expostas e se entrelaçam com o enredo principal: mais uma vez, as escolhas de Kaneki.

Agora que já aceitou sua forma como ghoul, Kaneki entra para Aogiri Tree sem dar muitas explicações e deixando tudo e todos para trás. Metade da temporada é focada na luta que está acontecendo na 11ª Ward e, acredito que devido aos constantes combates, os efeitos de imagem foram deixados de lado. Apesar disso, as lutas continuam impressionantes e a animação impecável. A outra metade gira em torno das investigações da CCG.



O enredo foi algo que me surpreendeu, mesmo não gostando quando esse tipo de anime começa a dar muito valor às relações amorosas, tudo se encaixou muito bem, e nada pareceu ser forçado. Além disso, alguns animes que têm um começo muito bom tendem a perder a qualidade. Isso não acontece com a história de Tokyo Ghoul, que só melhora a cada episódio tornando o anime extremamente viciante.

Mais uma vez, a animação me surpreendeu. Eu não pensei que a segunda temporada poderia ser melhor que a primeira, mas estava errada.


Beatriz Marques

19 anos, estuda jornalismo. Gosta de muitas coisas e de tudo ao mesmo tempo. Leitora assídua, fangirl 24/7, cosplayer por diversão, orgulhosamente é da Grifinória, filha de Hades e whovian. Algumas das suas paixões são: sua guitarra (apelidada de Emily), cantar, séries, livros, animes, mangás, filmes, HQ's, música, shows e história.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

1 comentários:

  1. Eu não gostei da segunda temporada, pelo fato que ela não segue o mangá (Kaneki entrou pra Aogiri, por Kami). Mesmo que o plano do estúdio fosse não seguir mangá mesmo.
    A abertura também me decepcionou, nunca vai chegar aos pés de unravel.
    Mas a resenha ficou muito boa, teoriza bem o que acontece.

    ResponderExcluir