Salem

Você já ouviu falar nas bruxas de Salem? Sim, aquelas mesmas bruxas das histórias de terror do século XXVII. A história se passa na antiga América Colonial – onde mostra um pouco da política e religião da sociedade americana daquela época.

A aldeia de Salem e a cidade de Salem rivalizou sobre a propriedade, direitos de pastagem e direitos da Igreja, com um governo puritano. Pessoas foram examinadas de perto e isso resultou em óbvia discórdia. Eles estavam com medo de serem perseguidos por qualquer coisa que pudesse ofender a mentalidade puritana. A palavra “bruxa” parecia uma fácil e apropriada maldição lançada à alguém que se comportou de forma anormal.
Portanto, é denominado(a) bruxo(a) qualquer pessoa que tenha escolhido Satanás e não a Deus. Sendo assim, a igreja diz que todo seguidor de Satanás deve ser enforcado e queimado. Bingo! Bruxas.

Nossos protagonistas, Jhon Alden (Shane West) e Mary (Janet Montgomery) eram um casal que vivia seu romance escondido da sociedade por conta das punições que George Sibley (Michael Mulheren) aplicava a sociedade contra aqueles que não eram casados, infelizmente o próprio George descobre e ao invés de punir Alden por conta de seus “pecados”, ele decide, simplesmente, mandá-lo direto para a morte, mandando-o para uma Guerra Civil.
Mary acaba sendo persuadida pela bruxa Tituba (Ashley Madekwe) de que Jhon Alden iria morrer durante a guerra e decide ter o poder da cidade para si. Tudo isso, é claro, tornando-se uma bruxa. Anos depois o filho nativo de Salem retorna a cidade. Sim, Jhon Alden. Agora muito mais experiente e sábio, Jhon se vê em uma Salem completamente diferente de como era quando havia partido. Jhon Alden percebe que a sociedade está completamente obcecada com a caça às bruxas. Agora o novo reverendo da cidade é Cotton (Seth Gabel) é um aristocrata local, bem educado, que sopra as chamas da caça às bruxas de Salem.
Junto com Cotton, Jhon Alden começa a ver como a população se tornou limitada e insegura quando o assunto é bruxas. Uma história cercada de terror, mistério e romance é o que fazem de Salem um seriado dos meus preferidos.

A primeira temporada terminou na metade do mês de Julho e tem apenas 13 capítulos. Vale muito a pena assistir o seriado da WGN!

Confira também nosso vídeo sobre a série:

Alison Iared

20 anos, apaixonado por teatro desde pequeno. Cursa o segundo ano de Engenharia de Produção. Gosta muito de filmes e séries sobre heróis, ficção, aventura, desenho e comédia. Eclético para livro e música. Gosta de desafios e é muito teimoso. Tem a paciência do tamanho de uma noz para coisas que não são do seu interesse. Sempre quis ser o Power Ranger vermelho.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

1 comentários:

  1. Assisti a primeira temporada já e realmente é uma série de bruxas em que o foco são as bruxas e a bruxaria, com todos os elementos, uma caçada, condenações em praça pública, destaque para atuação Janet Montgomery, realmente deu para entrar em Salem e viver um pouco do que aconteceu.

    ResponderExcluir