Sonhos Despedaçados | Ellie James


O livro conta a história de Trinity Rose de 16 anos, uma órfã que morava com a avó no Colorado, mas após a morte da guardiã se vê obrigada a mudar para sua cidade natal Nova Orleans e morar com sua tia.
Na tentativa de fazer mais amigos, Trinity se envolve com os mais populares da escola. Entre eles está Chase, a pessoa que foi mais amigável com ela dentre todos e o qual ela se sente atraída por, o que não seria um problema se ele já não namorasse a menina mais popular da escola, Jessica. 
Irritada com a aproximação de seu namorado com Trinity, Jessica e sua melhor amiga Amber se unem e assustam a novata levando para uma casa "mal-assombrada". Entretanto, tudo dá errado quando Jessica desaparece misteriosamente e todos começam a culpar Trinity, principalmente por causa de seu "dom especial" que a permite saber de certas coisas relacionadas ao sequestro.
Se tem uma coisa que eu odeio é propaganda enganosa. Para mim o livro de Ellie James não faz jus a descrição encontrada no mesmo alegando que "Você não vai ter coragem de ler este livro quando estiver sozinho em casa". Certamente essa frase só se aplica nas primeiras páginas do livro. O resto dele tem mais de suspense policial do que de sobrenatural, na minha opinião.
Sim é claro que a personagem principal tem suas premonições que às vezes não são premonições, mas sim visões do que está acontecendo com alguém, ou de que já aconteceu, mas o livro também foca no mistério do desaparecimento de Jessica. 
Além disso, a obra superou as minhas expectativas, eu esperava ler mais um livro clichê, só que ele não foi tão clichê assim, apesar de um tanto infanto-juvenil demais para um bom gosto. É ótimo para quem começou a ler livros desse gênero agora. 
As visões de Trinity e seus sonhos foram mal aproveitados, talvez por ser um livro dedicado a um público mais jovem e a autora querer encurtar seu tamanho. Mesmo assim, achei que faltou explorar essa parte da história, a qual torna o livro um suspense sobrenatural. Talvez se a história tivesse sido dividida em dois livros, James teria conseguido aproveitar mais o "dom" da personagem principal.
A falta de detalhes e as personagens rasas me irritaram um pouco, estou acostumadas com histórias mais detalhistas e com personagens mais aprofundadas. Apesar disso, Sonhos Despedaçados é um bom livro, de leitura rápida, apenas para se distrair. Se você for um leitor ávido, não espere muito dele, além de uma distração para passar o tempo. 


Beatriz Marques

19 anos, estuda jornalismo. Gosta de muitas coisas e de tudo ao mesmo tempo. Leitora assídua, fangirl 24/7, cosplayer por diversão, orgulhosamente é da Grifinória, filha de Hades e whovian. Algumas das suas paixões são: sua guitarra (apelidada de Emily), cantar, séries, livros, animes, mangás, filmes, HQ's, música, shows e história.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

1 comentários: