Livro: Endgame, de James Frey & Nils J-S.

Um dos livros com uma mecânica um tanto diferente quanto os outros livros de ficção científica que já li. Endgame me lembra (e muito) a forma como os Jogadores eram tratados na arena de Jogos Vorazes. Se ainda está confuso para você, vem comigo que vou te explicar melhor, o que tiver que ser será.
O Endgame é o fim dos tempos. Aparentemente os humanos, ou seja, nós, fomos criados por vida extraterrestre, que nos assistem de fora da Terra como forma de diversão, ou melhor, fazendo com que os Jogadores os entretenham de tempos em tempos.
Doze pessoas são escolhidas e treinadas desde pequenas para se tornar jovens mortais, lutadores natos e prontos para matar, alá carreirista - se você seguir essa comparação -. Os jovens devem ter entre 12 e 20 anos, dessa forma, ainda podem jogar e conquistar a vitória da sua geração.

Mas vitória da geração? Isso tá confuso, não? Assim, se você vencer o Endgame, sua família toda será salva e o resto da humanidade será dizimada. Simples, não?

Os jogadores são de uma antiga linhagem que vem treinando décadas após décadas, se preparando para o fim dos tempos, esperando O Chamado.
Com isso, temos doze jogadores, os escolhidos. Pessoas de vários lugares do mundo, tendo que se reunir para conversar com um extraterrestre e ir em busca de um único objetivo: Encontrar as três chaves: Terra, Céu e Universo.


A missão não é tão simples quanto parece. Cada um dos jogadores recebe uma dica em sua cabeça, em forma de desenho, códigos, números e muitas outras coisas que só podem ser decifradas com muita paciência e raciocínio.

Nesse jogo, você tem alianças, traições, mortes, explosões e muito mais!
E o maior problema do livro é que você não consegue gostar de apenas um personagem, porque todos os 12 narram a história. Isso deixou com que a história sempre fosse emocionante e fazendo com que o leitor fique na expectativa de torcer para algum dos seus preferidos conseguir a primeira chave.

O Endgame é uma trilogia, até agora foi lançado apenas o primeiro livro, mas já estou muito ansioso pelo lançamento do segundo, que terá sua edição pela editora Intrínseca.
Ansiedade é o que não falta!



Alison Iared

20 anos, apaixonado por teatro desde pequeno. Cursa o segundo ano de Engenharia de Produção. Gosta muito de filmes e séries sobre heróis, ficção, aventura, desenho e comédia. Eclético para livro e música. Gosta de desafios e é muito teimoso. Tem a paciência do tamanho de uma noz para coisas que não são do seu interesse. Sempre quis ser o Power Ranger vermelho.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

2 comentários:

  1. Obrigada por confirmarem, agora posso realmente comprar o livro sem culpa ou medo.
    Sempre gostei pacas de ação, é ele já estava no topo de minha lista!
    Pretendo começar logo.
    Ótima resenha u.u

    ResponderExcluir
  2. Eu tinha acrescentado esse livro á minha lista de desejados apenas por causa do título 😜 eu tenho uma paixão por histórias de aventura e gosto de coisas que envolvam extraterrestres, então um livro que junte aventura e ET's só poderia estar na minha lista. E depois dessa resenha é que minha ansiedade para ler esse livro só aumentou. 😍

    ResponderExcluir