Livro: Jonathan Strange & Mr. Norrell - Susanna Clarke

O livro se passa na Inglaterra e a história começa do ano de 1806. Há muitos anos, os ingleses acreditavam que a magia havia morrido em suas terras, perdida em meio a tantos conhecimentos. Os magos que restaram apenas estudavam e liam sobre magia, sem conseguir praticá-la. Entretanto, tudo muda quando um estranho homem, chamado Mr. Norrell aparece e prova que ele pode executar feitiços, algo que muitos dos magos nunca haviam visto antes.

Mr. Norrell deixa de se isolar do mundo, vai até Londres e inclusive ajuda o governo na batalha contra Napoleão. As coisas vão muito bem, até que o jovem Jonathan Strange descobre que também tem talentos mágicos. Strange então se torna aprendiz de Norrell, até que os dois começam a se desentender. Algo que coloca o país inteiro em perigo.

Eu amo ler, entretanto, nunca tenho muita paciência para livros gigantes com mais de 600 páginas. Para eu conseguir ler um livro assim, preciso gostar muito do assunto e a história tem que ser boa. Me interessei em ler Jonathan Strange e Mr. Norrell, pois, apesar das 800 páginas, o assunto parecia interessante e diferente de outras coisas que eu já havia lido.

A narração é pesada, nenhum detalhe é deixado de fora, permitindo com que o leitor imagine a cena perfeitamente. Com muitas notas de rodapé, que situam o leitor sobre o mundo no qual está sendo inserido, e algumas ilustrações, o livro de Susana Clarke faz uma incrível mistura de real com fictício e a fantasia. Alguns aspectos históricos são utilizados no livro, mas eles são levemente modificados e adaptados ao universo de Strange e Mr. Norrell.


Mesmo com a grande quantidade de páginas, as notas de rodapé e a narração minuciosa, Clarke consegue colocar um ritmo incrível no livro que faz o leitor não querer desgrudar dele. Ainda sim, não é um livro de leitura rápida. Há uma grande quantidade de informação na obra, que precisa de um certo tempo para ser absorvida. 

Eu me arrependo de ter lido esse livro tão "rápido", gostaria de ter demorado mais tempo para aproveitar melhor esse livro fantástico que conta uma história fascinante.


Beatriz Marques

19 anos, estuda jornalismo. Gosta de muitas coisas e de tudo ao mesmo tempo. Leitora assídua, fangirl 24/7, cosplayer por diversão, orgulhosamente é da Grifinória, filha de Hades e whovian. Algumas das suas paixões são: sua guitarra (apelidada de Emily), cantar, séries, livros, animes, mangás, filmes, HQ's, música, shows e história.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

2 comentários:

  1. Eu também não tenho paciência para ler livros muito grandes. Eu resolvi me arriscar a ler Guerra dos Tronos e estou amando, o único problema é o tamanho das letras.
    Enfim, parabéns pelo resenha, eu amo histórias sobre magia e vou adiciona-lo á lista de desejados.

    ResponderExcluir
  2. Apesar de ter paciência para livros grandes, sempre preferi algo mediano. Mas eu amo livros com uma perspectiva mais antiga e pesada, acho que deixa o clima melhor em livros assim.
    Eu realmente gostei, vou procurar nem que seja um Pdf, mas eu vou ler :v

    ResponderExcluir