Livro: Golem e o Gênio, de Helene Wecker

Golem e o Gênio, apesar de ser considerado uma fábula moderna, é tão intenso e bem escrito, que pode ser até mesmo uma ficção histórica. 
No livro, temos as criaturas mágicas do contexto atual, ou seja, uma espécie de mitologia de antigas culturas. O grande "up" que me deixou muito animado com o começo do livro foi justamente notar que a autora fazia um trabalho perfeito, misturando essas criaturas com a sociedade, tudo de uma forma tão sincera que me fez realmente pensar que eu fazia parte do livro, como se tudo aquilo existisse. 

Golem, no folclore judaico, é um ser construído de barro, animado por um sábio rabino, que através de seus poderes místicos se envolveu até mesmo na criação de Adão e Eva. Com suas palavras mágicas ele tem o poder de controlar a criatura. Uma das versões do Golem é chamado de Jossef, que além de possuir uma força inumana, pode ficar invisível e invocar espíritos dos mortos! Uau! 
Em todas as estórias do golem, seu final é trágico. Geralmente, ele é tomado pelo desejo de assassinar todos até sua destruição. A essência do Golem é violenta a partir do momento em que ele experimenta sentimentos como ódio e raiva. A autora constrói seu Golem a partir dessas estórias e lendas - já da para imaginar como será o Golem, não?! 

Já os Gênios foram baseados na mitologia árabe. Seres feitos de ar e fogo, com vários tipos de formas físicas, que vivem em um mundo paralelo ao nosso. No Alcorão, os Gênios foram uma das três grandes criações de Deus, juntamente com os homens e anjos. Também existem os Gênios do misticismo muçulmano, que tem cinco classes diferentes de Gênios. Na maioria de todas as lendas, o poder de um deles não tem limites, e aqueles que obtiverem seus poderes capturando-os, podem forçá-los a realizar desejos. Partindo desse princípio, o Gênio que a autora cria foi capturado há centenas de anos, e preso em uma lâmpada mágica. Passou gerações esquecido até que um ferreiro acabou libertando-o ao tentar consertar a lâmpada. 

Apesar das muitas e muitas páginas, me apeguei tanto ao livro que acabei lendo-o muito rápido. A autora intercala na narração dos personagens, fazendo com que você não se canse de nenhum e deixando um suspense para o que acontece no próximo capítulo. Esse livro também chamou muita atenção principalmente com os personagens secundários, que deixam a estória muito melhor! Merece 5 estrelas, assim como a editora DarkSide Books que fez um trabalho realmente incrível com o livro. 


Alison Iared

20 anos, apaixonado por teatro desde pequeno. Cursa o segundo ano de Engenharia de Produção. Gosta muito de filmes e séries sobre heróis, ficção, aventura, desenho e comédia. Eclético para livro e música. Gosta de desafios e é muito teimoso. Tem a paciência do tamanho de uma noz para coisas que não são do seu interesse. Sempre quis ser o Power Ranger vermelho.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário