O toque brasileiro em Ash VS Red

Fãs do mundo dos monstrinhos de bolso, vocês já pararam para pensar no quão incrível seria o lançamento de um livro do Pokémon?
Pois é, não só um simples livro, mas um livro criado por um Brasileiro, Emanuel Hallef, que teve seu projeto aprovado pelo selo Publique-se da Livraria Saraiva para ser lançada e vendida aqui no Brasil, a princípio como ebook! Mas isso não será tão simples de acontecer quanto imaginamos. Para o livro deixar de ser uma fanfic, a Nintendo precisa aprovar a ideia, e então teremos uma grande obra criada por Brasileiros de uma obra cuja origem é Japonesa.
Estou tão animado com a ideia que decidi fazer esse post para que vocês fiquem ansiosos comigo!

Só um último sobreaviso antes que comecem a ler a sinopse! O livro foi criado 15 anos depois da vitória de Ash Ketchum na liga de Kalos. Pronto, agora vocês já podem imaginar como está nosso eterno garoto. Agora sim, bora lá?

SINOPSE:
Ash Ketchum quer que todos os habitantes de Kanto fiquem resguardados no subsolo para que ninguém se machuque indo à superfície. Desta forma ele governa os últimos sobreviventes, dita regras, protege os portões, chefia a polícia e não permite que ninguém use Pokémon — mesmo aqueles que sobreviveram a contaminação, que ainda interagem e tratam os humanos a sua volta de modo racional. Eles vivem em cárcere privado, em análise constante, apenas Ash e os protetores têm a permissão de usar os remanescentes.
Na outra banda do subsolo, Red acredita que eles devem ir lá em cima, enfrentar o que está acontecendo, o que os acoberta, o que roubou o lar de tantas famílias; eles precisam lutar, conseguir Kanto de volta e saber o que houve com as outras regiões —, pois eles não tem nenhuma notícia ou informação relevante de Hoenn, Sinnoh, Unova ou Kalos.
Por que Ash não entra em contato com as outras regiões? Por que não procura ajuda? O que ele esconde por detrás das suas leis? O novo status que divide Kanto, resultando em dois campos: um liderado por Ash e seu desejo de que todos fiquem a salvo no subsolo, pelo menos até que a situação na superfície se amenize, e que suas regras são necessárias para que todos vivam em harmonia, sem distúrbios ou rebelião; o outro seguido a surpreendente decisão de Red em se opor as decisões daquele que se diz líder, e afrontar o que quer que se esconda na superfície. Como seria uma batalha de um Ash maduro,experiente, casado, com filhos, contra um Red também maduro?
No fim, eles se enfrentarão, uma batalha total: 6 contra 6; aquele que sair vitorioso tomará a decisão final do que diz respeito aos últimos habitantes de Kanto: Permanecer no subsolo ou ir à superfície e conquistar o que é deles por direito.
Uma história sobre desespero, esperança, invenção e descoberta que ultrapassa qualquer razão, qualquer limite, enquanto você revê tudo aquilo em que acredita.
E então? Estão gritando comigo? Estou muito ansioso!
Decidi que seria importante compartilhar com vocês mais uma informação importante. O objetivo da obra.

OBJETIVO
"O intuito do lançamento do livro sempre foi trazer conteúdo de qualidade para os fãs brasileiros da série e saciar a ausência de “trabalhos maduros” para a faixa etária mais avançada. Pokémon, sem dúvidas, é uma obra que faz parte da infância de milhões de crianças. Elas amam esses monstrinhos, amam a proposta da franquia. Mas os fãs brasileiros se sentem órfãos, os jogos sempre saem com outras línguas e nunca com o Português. O quão satisfatório seria se a nossa literatura fosse engradecida com produtos literários sobre Pokémon? O quão satisfatório seria para um fã enxergar um livro exposto em uma prateleira de uma livraria sobre o tema que ele tanto ama e passa horas e mais horas jogando?
O objetivo é expandir o universo dos monstrinhos de bolso no Brasil. Incentivar a leitura de tantas crianças que adoram a franquia, que passariam horas devorando um livro que abordasse essa temática. Podemos citar um exemplo nos diversos livros sobre Minecraft, que são nada mais do que fanfictions que deram muito certo porque acertaram a parcela de jovens, crianças e adultos que nunca tiveram uma experiência com livros, mas que, agora, com algo em mãos que atrai sua atenção, conseguiram despertar neles o interesse em ler. Os livros sobre Minecraft, Assassin’s Creed, World of Warcraft, Minecraft, Halo e God of War encabeçam a lista dos mais vendidos, levantam dinheiro para as editoras que os publicam, para a marca detentora dos direitos autorais e ainda estimulam a criatividade."

Esse ano já tivemos as grandes e explosivas obras de Batman VS Superman, Guerra Civil e agora mais uma vindo por aí. E você, de que lado está?
Quer entrar página do Facebook para ficar por dentro de tudo? É só clicar aqui. :)

Alison Iared

20 anos, apaixonado por teatro desde pequeno. Cursa o segundo ano de Engenharia de Produção. Gosta muito de filmes e séries sobre heróis, ficção, aventura, desenho e comédia. Eclético para livro e música. Gosta de desafios e é muito teimoso. Tem a paciência do tamanho de uma noz para coisas que não são do seu interesse. Sempre quis ser o Power Ranger vermelho.

    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário